Imprimir

Mensagem de Natal do Assessor Nacional, Pe Álvaro Cunha

Nasceu para nós o Salvador

Ninguém se cansa de ler, sempre com renovada emoção, a página de S. Lucas, onde um anjo de Deus vem anunciar aos pastores que guardavam os seus rebanhos: "Eis que vos anuncio uma grande alegria, que será para todo o povo: hoje, na cidade de David, nasceu para vós um Salvador, que é o Messias Senhor.

E eis o sinal que vos é dado: encontrareis um recém-nascido envolto em panos, deitado numa manjedoura”. E a esse anjo logo se juntou uma multidão de seres celestes, que louvavam a Deus, dizendo: "Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade". E eles partiram, e encontraram tudo como o anjo havia dito. O Menino recém-nascido. A Virgem Maria a seu lado. E José. E a pobreza e a simplicidade da gruta. Mas aí, no mais banal dos acontecimentos, acabava de nascer um mundo novo!

Gostaríamos, certamente, que a celebração do Natal viesse reforçar em nós o propósito de uma vida nova. E, lamentando embora que a chegada desta festa em cada ano se vá transformando sempre mais numa gigantesca movimentação do grande comércio, que faz esquecer o verdadeiro sentido de amor e de fraternidade que deveria estar subentendido nos presentes que se dão e que se recebem, não podemos ignorar que o Natal traz ao mundo um clima de alegria, de esperança e de paz. No Natal o mundo ca diferente. Reaparece uma nova vontade de fazer o bem. Criam-se expressivas mensagens, convidando o mundo a transformar-se numa terra de paz e de amor.

Ele é o Emanuel, que significa “Deus connosco”. A celebração do Natal recorda-nos que Deus não está longe, mas muito perto de nós. No Natal, Deus mostrou-nos o seu rosto humano, para nos mostrar o seu amor, para nos salvar. Que saibamos, mais uma vez, acolher nas nossas vidas este Deus que se revela, que quer vir até nós. Façamos do nosso coração o Seu presépio!

Feliz e santo Natal para todos

Mensagem de Natal do Assessor Nacional, Pe Álvaro Cunha

Pensa um pouco:

“O cristão acolhedor é um verdadeiro dom para a Igreja, porque a Igreja é Mãe e uma mãe acolhe a vida e a acompanha”

Papa Francisco

Audiência com a Família Vicentina

Vaticano, 15 outubro 2017

Visitas

394578
HojeHoje517
TotalTotal394578