Imprimir

Mensagem do Assessor Nacional da JMV para o Ano Pastoral 2013/2014


Com(o) MARIA, felizes os conVOCADOS!

- JMV, aqui se joga a tua vida! -


Maria não é um apêndice na espiritualidade vicentina. Maria aparece como a mister – é assim que muitos jogadores chamam ao treinador – é Mestra na fé porque ensina como se vive a vida em união com Jesus Cristo. Ensina a escuta da Sua Palavra e o Serviço aos outros.

A devoção Mariana na vida vicentina em geral, e na JMV em particular, é cheia de expressão, visibilidade e de um profundo sentido prático e profético.

 

Maria é a mister da vida espiritual, ou vida no Espírito. É Mãe intercessora das Graças do Pai da vida. Ensina o caminho da oração e o lugar dos Pobres como o nosso único e próprio espaço de vida. Ensina-nos a viver atentos às necessidades dos Pobres e desafia-nos à prontidão de os servir.


São Vicente de Paulo dizia: “a Santíssima Virgem preocupava-se com as necessidades da sua família, em aliviar e consolar o seu próximo, no entanto, ela estava sempre na presença de Deus”. E falava às Filhas da Caridade que Maria é a Mestra de quem devemos aprender o cuidado, a vigilância e o amor que tinha para com o seu Filho. Foi nesta fonte que Santa Catarina Labouré bebeu o espírito e foi desta Mestra que recebeu a mensagem de criar a Juventude Mariana Vicentina.


Maria, é verdadeiramente a nossa mister, com Ela temos tanto que aprender. Foi escolhida por Deus, foi conVOCADA pelo Anjo e não faltou à chamada porque, como a κεχαριτωμένη – kecsharitouméne – a Cheia da Graça, reconheceu a VOZ e sabia que ali se jogava a sua vida. Qual ponta-de-lança ou avançado-centro cá do team, estava sempre em linha e não se deixava cair em offside (fora de jogo). Por isso, “quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o menino saltou-lhe de alegria no seio e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Então, erguendo a voz, exclamou: «Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor? Pois, logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio. Feliz de ti que acreditaste, porque se vai cumprir tudo o que te foi dito da parte do Senhor.»” (Lc 1, 41-45).

 


Caros JMV’s,


São Paulo diz-nos que “os que correm no estádio correm todos, mas só um ganha o prémio? Correi, pois, assim, para o alcançardes. Os atletas impõem a si mesmos toda a espécie de privações: eles, para ganhar uma coroa corruptível; nós, porém, para ganhar uma coroa incorruptível”(1Cor 9, 24-25). Se quereis ser FELIZES e ganhar uma “coroa incorruptível” – não a taça mundial mas a taça divinal – fazei como MARIA e não fiqueis fora de(ste) jogo, nem muito menos, queirais perder por falta de comparência. Aqui e agora está a jogar-se a vossa vida.


Há dias, um dos misters da nossa praça futebolística dizia que tinham perdido porque a equipa estava mal preparada, só tinha capacidade para 60 minutos…e tu, como vai essa preparação?


Tens preparação espiritual para este jogo vital?


Deixai-me armar em vosso personal trainer, – que é como quem diz, Assessor Nacional – e propor-vos um plano, muito simples, para fortalecimento do “músculo” espiritual:

  • Rezar e meditar os Mistérios do Rosário, todos os dias = [50 flexões, 5 séries de 10 repetições]
  • 10 minutos para ler e meditar um texto bíblico = [10 agachamentos, com um livro (Bíblia) em cada mão]
  • Eucaristia, se possível, diária = [30 a 60 minutos de corrida ligeira ou marcha]
  • Exame de consciência e confissão regular = [Alongamentos e exercícios de relaxamento]

Bom exercício… Sê perseverante e não desistas à primeira…e que bênção do nosso bom Deus, de Maria e de seu Filho, Jesus Cristo, esteja sempre convosco.


P. Fernando Soares, CM
(Assessor Nacional da JMV Portugal)

 

Pensa um pouco:

“O cristão acolhedor é um verdadeiro dom para a Igreja, porque a Igreja é Mãe e uma mãe acolhe a vida e a acompanha”

Papa Francisco

Audiência com a Família Vicentina

Vaticano, 15 outubro 2017

Visitas

680027
HojeHoje762
TotalTotal680027