Imprimir

Dia 24

Havia uma senhora muito simples que vendia verduras na vizinhança. Certo dia essa senhora foi vender as suas verduras à casa de um protestante e perdeu o seu rosário no jardim da casa dele.

Passados alguns dias a senhora voltou àquela casa para ver se encontrava o seu querido rosário. O protestante assim que a viu foi logo ao seu encontro dizendo-lhe de modo sarcástico:

- “Perdeu o seu Deus?”

Ela humildemente respondeu:

- “Eu, perder o meu Deus? Nunca!”

Ele pegou então no rosário e disse:

- “Não é este o seu Deus?”

Ao que ela respondeu:

- “Graças a Deus o senhor encontrou o meu Rosário. Muito obrigada.”

E ele disse:

- “Porque é que não troca este cordão com estas sementes baratas pela Bíblia?”

Ao que ela disse:

- “Porque a Bíblia eu não sei ler, e com o Rosário eu medito toda a Palavra de Deus e guardo-a no coração.”

Ele Disse:

- “Medita a palavra de Deus? Como assim? Pode explicar-me?

Pegando no rosário, a senhora respondeu:

- “Posso sim. Quando eu pego na cruz, lembro-me que o Filho de Deus deu todo o Seu Sangue pregado na cruz para salvar toda a humanidade. Esta primeira conta grossa, lembra-me que há um só Deus omnipotente. E estas três contas pequenas lembram-me as três pessoas da Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Esta outra conta grossa lembra-me a oração que o próprio Senhor nos ensinou que é o Pai Nosso. O Rosário tem 5 mistérios que fazem as 5 chagas de Jesus Cristo cravado na cruz, e cada mistério tem 10 Ave-marias, que me fazem lembrar os Dez mandamentos que o próprio Senhor entregou a Moisés. O Rosário de Nossa Senhora tem 20 Mistérios que são: os cinco gozosos, os cinco dolorosos, os cinco gloriosos e os cinco luminosos. De manhã quando me levanto para iniciar a luta do dia rezo os gozosos, pensando no pobre lar e na humilde vida de Jesus, Maria e José. Ao meio dia, no meu cansaço, na fadiga do trabalho, e no pensamento do que ainda falta para terminar o dia e poder descansar, eu rezo os mistérios dolorosos, que me fazem lembrar a dura caminhada do meu Senhor Jesus Cristo para o Calvário, tão cheio de dores e tão cheio de cansaço. Quando chega ao fim do dia, com as lutas todas vencidas, eu rezo os mistérios gloriosos, que me recordam que Jesus venceu a morte para, por amor, dar a salvação a toda a humanidade. Ao deitar, lembro-me que no dia seguinte há mais uma missão a continuar, a missão de ser cristão, então rezo os mistérios luminosos e relembro a vida pública de Jesus. E agora, diga-me onde está a idolatria?”

Ele, depois de ouvir tudo isto, disse simplesmente:

“Eu não sabia disso. Ensina-me, então, a oração do rosário!”

Maria enraíza-nos em Cristo, e a Ela nos entregamos e rezamos uma dezena para que nos ajude no caminhar até Ele!

 

Pensa um pouco:

“O cristão acolhedor é um verdadeiro dom para a Igreja, porque a Igreja é Mãe e uma mãe acolhe a vida e a acompanha”

Papa Francisco

Audiência com a Família Vicentina

Vaticano, 15 outubro 2017

Visitas

460100
HojeHoje297
TotalTotal460100